Carreira

Carreiras promissoras 2019

O mercado de trabalho está estagnado e com poucas oportunidades para a maioria das carreiras. No entanto, ele também se revela bem otimista quando se trata de algumas profissões, relacionadas especialmente ao agronegócio, tecnologia, produção, marketing, compras, comercial, planejamento, RH, finanças e terceira idade.

1 – Agroecólogo

O agronegócio no Brasil praticamente não sofreu com a crise econômica. O ramo representa cerca de 20% do PIB (Produto Interno Bruto). O setor apresentou um crescimento significativo nos últimos anos e continua em expansão. Por causa dessa realidade, novas carreiras estão vindo à tona, como é o caso da profissão de Agroecólogo.

O agroecólogo é um profissional que combina conhecimentos de sustentabilidade com agroindústria. Para se dar bem na trajetória profissional, ele precisa conhecer a fundo a indústria rural, gostar de se relacionar e buscar oportunidades longe dos grandes centros.

De acordo com informações do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), o salário inicial de um agroecólogo ultrapassa R$ 3 mil.

2– Gerente de SEO

O ranking das profissões em alta também conta com a carreira de Gerente de SEO (Search Engine Optimization). Esse profissional tem como principal responsabilidade supervisionar as aplicações na área de SEO, ou seja, otimização de páginas para motores de busca.

A procura pelo analista de SEO é grande pelas empresas que desejam melhorar a presença nas buscas orgânicas e também pelas agências de marketing digital. O salário médio varia de R$ 4,5 mil a R$ 12 mil.

3– Técnico em drones

Técnico em drones é uma das profissões do futuro. As pessoas especializadas em pilotar esse tipo de aeronave não tripulada podem faturar alto no próximo ano. Já existem escolas especializadas nessa função, com cursos não só de pilotagem, mas também de manutenção.

O salário médio de um técnico em drones é R$ 7,6 mil. A profissão tem tudo para ganhar destaque em 2019 porque o custo do equipamento caiu e as empresas estão se interessando pela tecnologia para diferentes finalidades.

4 – Desenvolvedor mobile

Desenvolver softwares para dispositivos móveis – essa é a função do desenvolvedor mobile. Em um país, cujo número de celulares já é maior do que a população, esse profissional encontra muitas oportunidades de trabalho.

O salário do desenvolvedor mobile varia de acordo com o nível profissional. De acordo com o Catho, a média salarial é de R$ 3,8 mil

5– Analista contábil

Nos últimos tempos, analisar a contabilidade se tornou fundamental antes de tomar qualquer decisão de negócios. E esse é o papel do analista contábil, que tem conhecimentos necessários para avaliar contas e fazer fechamentos mensais.

Para se tornar um analista contábil, é preciso ter formação superior em Ciências Contábeis, além de experiência e cursos de especialização. A remuneração varia de R$ 5 mil a R$ 12 mil.

6 – Analista de mídias digitais

Para se relacionar com os clientes, as empresas precisam buscar engajamento e bom relacionamento através das redes sociais digitais. Uma forma de fazer isso é contratando um analista de mídias digitais para integrar o time. Esse profissional sabe como gerenciar os perfis de marcas em plataformas como Facebook, Instagram e Twitter. O salário varia de R$3 mil a R$ 6 mil.

7- Gerente de crédito

Desenvolver e gerenciar estratégias dos produtos financeiros, bem como adequá-los às diretrizes da instituição financeira é a função do gerente de crédito. A remuneração varia de R$ 16 mil a R$ 20 mil.

Deixe um comentário